sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Um Sonho de Liberdade (The Shawshank Redemption)

Fenômeno. Palavra utilizada para adjetivar coisas ou seres especiais, fora do comum, incríveis. Procurando no dicionário português esta foi a melhor descrição que encontrei para classificar, se é que isso é possível, a película de hoje. Indicado a 07 Oscar´s. Vencedor de 15 prêmios. Derivado de um livro escrito por Stephen King. O filme mais alugado em 1995. Presente nas diversas listas das melhores produções de todos os tempos. Com vocês:



The Shawshank Redemption (1994) narra a história de Andy Dufresne (Tim Robbins), um jovem e bem sucedido banqueiro cuja vida muda drasticamente quando é condenado e sentenciado à prisão perpétua pelo assassinato de sua esposa e seu amante. Situado em 1940, o filme mostra como Andy, com a ajuda de seu amigo Red (Morgan Freeman), o empresário dos prisioneiros, acaba por ser um prisioneiro muito pouco convencional.


E justamente pouco convencionais é que podem ser classificadas as curiosidades sobre esta produção. Vamos conhecer as melhores:

  • Filme favorito de Morgan Freeman, de acordo com sua opinião.
  • A primeira cena de bate-papo de Andy e Red - em que Red está lançando uma bola de beisebol - levou 9 horas para atirar. Morgan Freeman ficou jogando beisebol durante todas as nove horas, sem uma palavra de queixa. Ele apareceu para trabalhar no dia seguinte com o braço na tipóia.
  • Stephen King vendeu os direitos do seu livro para o filme por um dólar.
  • As imagens de um jovem Morgan Freeman que estão ligados a seus papéis de liberdade condicional são realmente imagens do filho mais novo de Morgan, Alfonso Freeman.
  • Na cena quando Andy chega na biblioteca como assistente de Brooks e vê o corvo Jake gritando, Tim Robbins falou:" Ei, Jake. Onde está Brooks?". O corvo não parava de chiar. Robbins foi capaz de se adaptar a este tempo entre chiados para então poder fazer a sua fala perfeitamente de modo que o diretor Frank Darabont elogiou ele. A improvisação de Robbins é perceptível quando ele vê o pássaro com cuidado ao abordá-lo, esperando-o chiar, para depois começar a sua linha.
  • A ambulância que levou Boggs embora teve de ser empurrada pois seu motor tinha morrido em cena.
  • Apesar de um sucesso muito modesto nos cinemas, tornou-se uma das maiores locações de vídeo de todos os tempos.
  • Excepcionalmente a narração foi gravada antes do início das filmagens. Infelizmente, houveram imprevistos nas filmagens e nas edições. Por conseguinte, teve de voltar a ser gravado em um estúdio próprio num tempo que levou 3 semanas.

Frank Darabont adaptou o roteiro e dirigiu o filme. Seu orçamento foi estipulado em 25 milhões de dólares. O elenco ainda conta com: Bob Gunton, William Sadler, Clancy Brown e Gil Bellows. Neste filme só existiram 02 atrizes que tiveram falas em cena. A grandiosa história contada durante os incríveis 142 minutos demonstram constantemente no paradoxo de ideais entre Andy X Red, que culminam numa série de aprendizados entre ambos. Enquanto Andy acreditava e se prendia na esperança, Red já não sabia mais o que era isso. Afinal, passar mais do que 30 anos numa prisão deve fazer com que se perca a essência desta palavra. Neste meio termo, sub roteiros deixam a trama cada vez mais envolvente, fazendo com que não só os prisioneiros, porém todos os telespectadores se agarrem a uma só luz: Um Sonho de Liberdade

O Blog é amador, mas as curiosidades são cinematográficas!

Bom Filme!

3 comentários:

  1. Verdadeiramente um FIL-MA-ÇO !!! Aliás, 1994 foi excepcional em grandes filmes: Além dele, ainda tivemos Forrest Gump, Entrevista com o Vampiro, e Pulp Fiction.

    ResponderExcluir
  2. esse filme é fantástico e nao só prova que tudo é possível ao justo e que Deus tudo vê . É um filme motivacional!

    ResponderExcluir
  3. esse filme é fantástico e nao só prova que tudo é possível ao justo e que Deus tudo vê . É um filme motivacional!

    ResponderExcluir